Famem e MP firmam parceria para encontros regionais

O presidente e vice-presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, prefeitos Cleomar Tema (Tuntum) e Djalma Melo (Arari), respectivamente, estiveram reunidos, esta semana, com o procurador Geral de Justiça, Luís Gonzaga Martins Coelho.

A reunião serviu para que fossem formalizadas parcerias para encontros regionais que a Famem e o Ministério Público Estadual realizarão ainda neste primeiro semestre.

O primeiro encontro abordará o tema Gestão Estratégica e será promovido pelo MPE no dia 20 deste mês na cidade de Balsas.

A entidade municipalista mobilizará os gestores e promoverá uma mesa redonda com os promotores de Justiça dos municípios vizinhos.

Já em abril, o Ministério Público participará do seminário regional que a Federação realizará na cidade de Imperatriz, na região Tocantina.

No encontro, que contará com representantes de todos os segmentos da classe política, serão abordados temas de interesse da municipalidade.

“É importante mantermos essa aproximação com o MP, uma vez que trata-se de uma instituição que luta pelos direitos da sociedade”, afirmou Cleomar Tema.

Luis Gonzaga agradeceu a parceria do presidente da entidade municipalista.

De acordo com ele, a Famem tem relevante importância no que diz respeito a orientar os gestores e fazer com que as informações cheguem de forma mais rápido aos mesmos.

Ascom Famem

VÍDEO!!! Wellington recomenda Joabson Junior para a Câmara Municipal de São Luís

joabson-e-wellingotn-1O deputado estadual Wellington do Curso (PP), candidato a prefeito pela coligação “Por Amor a São Luís”, declarou apoio e recomendou o candidato a vereador Joabson Junior (PHS) para a Câmara Municipal.

Wellington e Joabson chegaram a discutir a aliança entre o PP e o PHS na capital – o candidato a vereador é vice-presidente do diretório municipal da sigla em São Luís -, e têm participado juntos, de atos de campanha nos bairros da capital, como caminhadas, carreatas e encontros com lideranças.

joabson-e-wellington-3Durante este período de campanha, Wellington já gravou pelo menos dois vídeos onde recomenda o candidato a  vereador ao eleitorado ludovicense.

No primeiro, ele se apresenta e fala que está ao lado de um amigo. “Por amor a São Luís, 31777”, afirma o candidato do PP, onde há uma interação com o jovem advogado.

No segundo vídeo, onde há a presença de outras duas pessoas durante a inauguração do comitê de Wellington, o candidato progressista volta a recomendar Joabson para vereador de São Luís.

“São Luís agora é 11, São Luís também agora é Joabson Junior: 31777”, fala, pausadamente.

Joabson e Wellington se apresentam como a renovação para o Executivo e o Legislativo Municipal, e prometem, caso eleitos, atuar em parceria na capital.joabson-e-wellington-2

Eduardo Braide reafirma parceria em visita ao Hospital Aldenora Bello

braide-aldenora-belloO candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (PMN), visitou na manhã desta sexta-feira (9), o Hospital Aldenora Bello, referência em tratamento oncológico no estado. Acompanhado da esposa, a médica Graziela Braide, o candidato foi recebido pela diretoria da instituição e entregou seu Plano de Governo, que logo no primeiro item, consta o hospital como integrante do Programa Parceiros da Saúde.

“Vou realizar nos primeiros meses de gestão parceria com o Hospital Aldenora Bello, Apae, Santa Casa, além de outras entidades que complementam o atendimento no sistema público de Saúde com qualidade”, explicou.

Eduardo Braide conversou com pacientes e acompanhantes que utilizam diariamente os serviços do hospital e ouviu de todos a importância da instituição. Alcioneide Santos Leite foi uma delas. Acompanhando a irmã que faz tratamento há 12 anos no Hospital Aldenora Bello, a costureira – residente no bairro do Santo Antônio – aproveitou a conversa para pedir por seu bairro.

“Eu moro no bairro do Santo Antônio e lá não tem uma pracinha para se fazer caminhada. O mercado está horrível e o único posto de saúde que existe, está em reforma”, lamentou.

braide-aldenora-2Eduardo Braide, que realizou visita recente ao bairro, falou que enquanto não houver uma gestão planejada, problemas como esse vão ser recorrentes e que por isso, o seu Plano de Governo, com projetos coerentes, está pronto para ser colocado em prática.

“Como gestor me recuso a dizer que vou construir um grande hospital, sem ter recursos para isso, sendo que esse aqui, atende menos pessoas que poderia, só por causa da falta de apoio do poder público”, ressaltou.

O Hospital Aldenora Bello, realiza 260 mil procedimentos por ano, desde consultas, internações, quimioterapia e radioterapia. No Maranhão, existem em 7.100 diagnósticos de câncer por ano, 3.400 tratados no Aldenora Belo. O restante ou vai para outro estado ou acaba sem atendimento.

Desde que foi eleito deputado estadual, Eduardo Braide tem utilizado suas emendas parlamentares para a aquisição de equipamentos utilizados para o tratamento das pessoas com câncer. Este ano, a emenda enviada por ele será utilizada para a compra dos equipamentos necessários para a ativação da UTI pediátrica.

“Eu sei bem a importância desse hospital para a vida do meu filho, somos do interior, Pio XII, e meu filho está mais perto da cura, graças a este hospital aqui”, contou Isabel de Sousa Gomes que acompanha o filho, Luís Otávio, de 5 anos, diagnosticado com leucemia linfática.

Eduardo Braide fez questão de destacar que a visita ao Hospital Aldenora Bello reforça o seu compromisso de trabalhar pela saúde de São Luís. “Através das minhas emendas parlamentares, por exemplo, já doei para cá aparelhos importantes como mamógrafo, micrótomo, criostatos, microscópio cirúrgico e óptico. Este ano, será entregue o mamótomo, um aparelho moderno e menos invasivo para o exame das mulheres. Além disso, destinei uma emenda no valor de R$ 700 mil para implantar a UTI pediátrica do hospital. Nossa gente precisa de cuidado, respeito, de atenção. Quem está aqui em busca de tratamento não pode esperar”, finalizou.

Redenção de nada

A parceria que seria a redenção de São Luís vem sendo propalada desde o ano passado, mesmo antes do resultado da eleição estadual, tanto pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior quanto pelo então candidato a governador Flávio Dino. Ambos garantiam à já descrente população da capital que, juntos, Estado e Prefeitura transformariam a cidade num lugar bem melhor para se viver.

Eleito o governador aliado, Holanda Júnior continua à espera da tão sonhada parceria. Já foi ao Palácio dos Leões, já recebeu o aliado no Palácio La Ravadiere, já posou em várias solenidades com seu padrinho político, mas na prática, até agora, nada mudou para o prefeito de São Luís.

Nos últimos dias, nem com a imagem do governador ao seu lado ele contou quando viu alagado o Hospital da Criança, nem quando os numerosos assaltos aumentaram a insatisfação dos usuários com o sistema de transporte coletivo.

Agora, para piorar a situação, começam as cobranças pelo asfaltamento das ruas, já que há dias foi anunciada, com pompa e circunstância, a liberação de R$ 20 milhões do governo estadual para a Prefeitura de São Luís acabar com o tormento de quem precisa trafegar diariamente por vias esburacadas.

Mas eis que surge o deputado Edivaldo Holanda, pai do prefeito, para dizer a verdade sobre a primeira efetiva parceria: “R$ 20 milhões, em seis parcelas, não dá para asfaltar nem a Vila Embratel, não é redenção de nada”.

Pelo visto, ainda não será dessa vez que o ludovicense sentirá o benefício de ter gestores parceiros no comando da Prefeitura de São Luís e do Governo do Maranhão.

Da coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão

Edivaldo vai a Brasília em busca de parceria

Edivaldo vai a Brasília

Edivaldo cumprirá agenda em Brasília

Jorge Aragão – O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), deverá se ausentar boa parte da semana da capital maranhense. Edivaldo estará cumprindo agenda política em Brasília, tentando viabilizar novas parcerias com o Governo Federal.

Está certo que Edivaldo terá audiências com pelo menos três ministros, Saúde (Arthur Chioro), Relações Institucionais (Ricardo Berzoini) e Trabalho (Manoel Dias).

Além disso, o prefeito da capital maranhense também tentará uma audiência com a ministra Miriam Belchior (Planejamento, Orçamento e Gestão). A ideia de Edivaldo é debater e conseguir novos investimentos para São Luís através do PAC, coordenado nacionalmente pela ministra.

Edivaldo Júnior deve seguir em companhia de alguns assessores e do deputado federal Weverton Rocha (PDT), que é vice-líder do Governo Federal na Câmara de Deputados.

Pelo visto Edivaldo Júnior vai apostar nas parcerias com o Governo Federal e Governo Estadual, com o governador eleito e aliado Flávio Dino (PCdoB), para fazer de 2015 o melhor ano de sua administração.

Eduardo Campos perde com o fim do MD

Eduardo Campos é governador de Pernambuco

Eduardo Campos é governador de Pernambuco

Para o deputado estadual Othelino Neto (PPS), quem mais deve perder no âmbito nacional com o fim da fusão entre o seu partido político e o PMN – que resultaria na criação do Mobilização Democrática (MD) – é o pré-candidato a Presidência da República, Eduardo Campos (PSB), que governa Pernambuco.

“Na minha avaliação o MD estava dentro de uma conjuntura de apoio ao Eduardo Campos. E se por um lado a oposição ganhou com essas manifestações em todo o país, o Eduardo perde com o fim dessa articulação”, disse e completou. “O MD teria um tempo de televisão razoável, teria uma bancada de deputados federais dos dois partidos e de outros que já estariam em direção a ele. Então neste aspecto tem essa importante modificação”, acrescentou.

Othelino lembrou, no entanto, que no Maranhão o MD estaria na base do governo. “Como o partido ficaria sob o comando do deputado Eduardo Braide (PMN), a oposição perderia um aliado, uma vez que a tendência era de composição do MD com o governo. Não acontecendo, as coisas permanecem como estavam. PMN é governo e PPS oposição”, completou o parlamentar, que já garantiu, deixará de fato o PPS.