Waldir Maranhão enfrenta pedido de cassação de seu mandato

Waldir Maranhão é deputado federal

Waldir Maranhão é deputado federal

O deputado federal Waldir Maranhão (PP), investigado na Operação Lava Jato por supostamente ter participado de esquema de corrupção, enfrenta agora pedido de cassação de seu mandato por quebra de decoro parlamentar na Câmara Federal.

A representação foi protocolada por um cidadão na Corregedoria da Câmara no dia 14 deste mês, mas carece de despacho da Mesa Diretora da Casa, da qual o próprio Waldir faz parte.

O autor do requerimento é Victor Augusto Fonseca de Paula. Ele cita depoimento de Alberto Youssef ao Ministério Público Federal em que o doleiro afirma que o deputado integrava o rol de parlamentares do PP beneficiados por propinas de contratos da Petrobras.

De acordo com Youssef, Waldir Maranhão e outros parlamentares com “posição de menor relevância” no PP recebiam entre R$ 30 mil e R$ 150 mil no esquema de corrupção.

Posteriormente, em depoimento à CPI da Petrobras, Youssef voltou a dizer que o parlamentar recebeu propina. As declarações do doleiro ao MPF e à comissão parlamentar de inquérito foram anexadas ao pedido de abertura de processo por quebra de decoro.

“De acordo com o afirmado ao MPF e à CPI da Petrobras, é óbvio que o requerido quebrou o decoro parlamentar, recebendo vantagens indevidas vindas da lavagem de dinheiro de Alberto Youssef, com recursos oriundos do superfaturamento da Refinaria Premium I, no Maranhão”, diz o requerimento que pede a cassação do mandato do vice-presidente da Câmara.

Waldir Maranhão ainda não se posicionou oficialmente a respeito do pedido de cassação de seu mandato.

Com informações do G1