Lobão inicia esta semana nova incursão ao interior do estado

Em Imperatriz, há duas semanas, Lobão foi recebido por dezenas de lideranças políticas

Em Imperatriz, há duas semanas, Lobão foi recebido por dezenas de lideranças políticas

O senador Lobão Filho, pré-candidato ao Governo do Estado pelo PMDB, iniciará nova incursão ao interior do estado na próxima quinta-feira, quando retorna de Brasília. Ele participará das sessões plenárias no Senado da República de hoje à quarta-feira, e no dia seguinte, desembarca no Maranhão para dar continuidade à articulação política de sua pré-campanha. A tendência, é de que  o peemedebista visite municípios da região central do estado. A sua agenda, no entanto, somente será fechada hoje. Na semana passada, ele se reuniu com prefeitos da Baixada na cidade de São Bento.

Lobão Filho será acompanhado por deputados estaduais e lideranças políticas de seu grupo na incursão que iniciará nesta semana. Ele pretende ampliar o seu palanque político, que já conta com mais de uma centena de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores em todo o estado.

 Na última sexta-feira ele fechou aliança com o PEN, liderado no estado pelo deputado Jota Pinto, consolidando-se com o pré-candidato de maior força política no Maranhão. Até o momento, ele conta com o apoio de 16 partidos que dispõem de representatividade na Assembleia Legislativa e no Congresso Nacional.

Em relação a nova incursão ao interior do estado, ele assegurou que o objetivo maior, além do contato com as lideranças políticas, é o de conversar com a população.

“Vou percorrer todo o Maranhão, conversar com o povo do meu estado olhando olhos nos olhos. Dizer o que o nosso coração está sentindo, sem ódio e muito menos rancor”, afirmou.

Lobão afirmou que tem propostas concretas para governar o Maranhão, mas precisa também ouvir as demandas da população de cada município. “Nosso plano de governo é construído pelo maranhense, no contato direto. A gente conversa com todas as lideranças, independentemente de partido ou situação política, mas também ouvimos o povo”, disse.

Desenvolvimento – Proposta central de sua pré-candidatura, elevar a administração pública a um modelo empreendedor, com metas estipuladas e cobranças de resultados, é o que tem sido levado pelo peemedebista em suas visitas ao interior do estado.

Na semana passada, em encontro com prefeitos da Baixada em São Bento, ele mostrou que enquanto parlamentar, já trabalha pelo desenvolvimento do estado. Ele lembrou, por exemplo, que quando presidente da Comissão de Orçamento do Congresso Nacional, – posto jamais ocupado por um parlamentar do estado -, assegurou recursos para a implementação de um plano de desenvolvimento para aqueles municípios. “Os recursos orçamentários destinados para a Baixada Maranhense preveem a instalação de câmaras frigoríficas, capacitação profissional, fábricas de gelo e barcos apropriados que garantam o aumento da produção e melhoria na qualidade do pescado”, afirmou.

Além do encontro de São Bento, onde participou de encontro de lideranças, Lobão recebeu o apoio de mais de 60 prefeitos no início da semana, numa reunião articulada pelo deputado federal Gastão Vieira (PMDB), pré-candidato ao Senado da República. Lá, ele ouviu propostas, traçou um plano estratégico e ampliou a sua base política no estado. “Nossa meta é conversar com todos os 217 prefeitos do Maranhão, para juntos construirmos um plano de desenvolvimento para o estado. Tenho a certeza de que estamos no caminho certo, e de que vamos vencer a eleição de outubro”, finalizou.

Publicado na edição de hoje de O Estado

PMDB mostrará candidato

Luis Fernando ladeado por Lobão e Roseana

Luis Fernando ladeado por Lobão e Roseana

Coroatá será o ponto de largada da pré-candidatura do ex-prefeito de São José de Ribamar e atual secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva (PMDB), ao Governo do Estado.

Agendado pelo presidente estadual do PMDB, senador João Alberto, o primeiro grande ato de mobilização das lideranças deveria ter acontecido no dia 9 de novembro, mas uma série de compromissos e fatos não previstos resultou no adiamento. O evento político foi anunciado ontem pelo deputado estadual e atual secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad (PMDB).

O ato político de Coroatá será o primeiro de uma série por meio da qual Luis Fernando Silva será apresentado pelo PMDB como o candidato do partido à sucessão da governadora Roseana Sarney. A idéia da cúpula do PMDB é, de fato, apresentar às lideranças regionais e ao eleitorado o ex-prefeito de São José de Ribamar como o nome que liderará a campanha do grupo nas eleições de 2014. A iniciativa vem do fato de que seu nome foi definido numa reunião da cúpula pemedebista há certa de três meses.

Luis Fernando não vem se movimentando como candidato a governador. Ele está mergulhado no trabalho, percorrendo o estado anunciando, inspecionando e inaugurando obras. Um dos itens mais importantes desse elenco de obras são as rodovias que em meados de 2014 tornarão o Maranhão o primeiro estado do Nordeste em que todas as sedes municipais estarão interligadas por asfalto.

A rotina do secretário e pré-candidato a governador é intensa e sem descanso. Luis Fernando tem percorrido todas as regiões repetidas vezes, o que lhe dá uma visão ampla e detalhada da realidade do estado. Tanto que ele tem resposta para qualquer problema que diz respeito ao governo em qualquer região do Maranhão. E é com esse cacife que agora ele percorrerá o estado como pré-candidato do PMDB ao Governo do Estado.

Da coluna Estado Maior, de O Estado

Flávio Dino, Embratur e os encontros pelo Maranhão

Flávio Dino em Matões quando deveria estar em Brasília

Flávio Dino em Matões quando deveria estar em Brasília

O presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB), pré-candidato ao governo por apenas uma ala da oposição, pode ter mentido ao Portal da Transparência do Governo Federal – que destaca em sua agenda oficial -, despachos internos em Brasília, quando na verdade ele cumpria compromissos políticos no Maranhão.

Reportagem de O Estado do Maranhão mostra dois exemplos inquestionáveis, com cópia da agenda da Embratur e matérias do Portal Vermelho, que mostram onde realmente estaria Dino em 5 de abril e no dia 1º de março.

No caso mais recente, a agenda oficial registra em 5 de abril, uma sexta-feira, a “leitura e resposta de e-mails, documentos internos e correspondência” pela manhã; e, à tarde, “despachos internos”. Tudo isso em Brasília.

Agenda da Embratur mostra "despachos internos"

Agenda da Embratur mostra “despachos internos”

Mas uma nota emitida pela “Imprensa do PCdoB” vai de encontro ao dado oficial. Segundo o release, Flávio Dino esteve não em Brasília na tarde daquele dia, mas no salão paroquial da Igreja Nossa Senhora dos Remédios, em São Luís.

De acordo com a assessoria do Partido Comunista, a presença do presidente da Embratur deu-se “para planejar uma mudança estrutural e política capaz de transformar os indicadores sociais do estado”. Ainda segundo a nota do PCdoB, “o presidente da Embratur, Flávio Dino, foi convidado a fazer parte do círculo de debates dos movimentos sociais em busca da superação de antigos problemas socioeconômicos do Maranhão”. Dino participou, também no mesmo dia, de uma reunião com o presidente da Fundação Municipal de Cultura (Func), o petista Chico Gonçalves.

Outra possível fraude na inserção das informações do Portal da Transparência, segundo a reportagem, ocorreu no dia 1º de março, também uma sexta-feira. A agenda de Flávio Dino aponta “despachos internos” em Brasília, pela manhã e à tarde. Mas o comunista estava em Matões, no interior do Maranhão, participando das solenidades de entrega de uma quadra poliesportiva e de uma escola, construídas pela Prefeitura. A notícia foi destaque no Portal Vermelho, site mantido em parceria com o PCdoB, e um vídeo do presidente da Embratur discursando foi postado na rede social “YouTube” pelo perfil da direção do PCdoB de São Luís.

Por essas e outras que na semana passada o secretário de estado da Saúde, Ricardo Murad (PMDB), postou em seu perfil no Facebook, criticas ao que ele considerou “abandono da Embratur” por Flávio Dino. Esta semana quem apontou para o comunista foi o deputado federal Chiquinho Escórcio (PMDB). Ele disse que a “Embratur está largada às baratas”. Dino protestou em seu perfil no twitter.