Pesquisa Prever suspensa pelo TSE

pesquisa eleitoralA pesquisa de intenções de votos Prever, que seria divulgada hoje pela TV Difusora, foi suspensa pela Justiça Eleitoral. O ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu liminar à coligação Unidos pelo Brasil, encabeçada pelo PSB, e determinou a suspensão da divulgação da pesquisa do  por falta do registro no TSE.

A pesquisa, que também analisa as intenções de votos para a Presidência da República, havia sido registrada apenas no TRE/MA.

“A divulgação de pesquisas com intenções de votos a cargos em disputa nas variadas eleições, requer a construção de ato complexo, que só se perfaz, para a derivação de efeitos juridicamente válidos, após a efetivação de registro conjunto no Tribunal Regional respectivo e neste Tribunal Superior”, despachou o magistrado.

“Concedo a liminar para determinar às Representadas que se abstenham de divulgar a pesquisa registrada sob o Protocolo nº MA-00048/2014, até julgamento final da representação, sob pena de multa diária …[ de R$ 50 mil]…”, completou.