Edilázio cobra investimentos do Governo na Segurança Pública

Deputado Edilázio Júnior

Deputado Edilázio Júnior

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV), primeiro secretário da Mesa Diretora do Legislativo Estadual, defendeu hoje na tribuna da Casa, a valorização do policial militar do estado do Maranhão.

Ele falou da necessidade de ampliação da política salarial do policial, cobrou maior investimento em equipamento e estrutura para a corporação e questionou o fato de o helicóptero modelo EC – I45, equipado para fazer voos noturnos com a equipe de elite da PM, estar parado no atual Governo.

“O que nós precisamos aqui é valorizar mais os policiais militares do nosso estado. O salário de um coronel da Polícia Militar comparado ao de um delegado da Polícia Civil, está muito abaixo. É importante sim, valorizar e até aumentar o salário do delegado e do policial civil, mas essa valorização precisa ser estendida para a Polícia Militar”, disse.

“O programa ‘Mais Assaltos’, como citou o deputado Sousa Neto, foi implantado aqui no estado do Maranhão pelo atual governador é única e exclusivamente por conta do sucateamento da Polícia Militar. Para se ter uma ideia, mais de 100 câmeras que existiam em nossa capital para fazer o videomonitoramento, estão sucateadas. O Ciops perdeu e muito o número de analistas técnicos que ali trabalhavam e o atual governo trabalha diariamente para desconstruir aquilo que a gestão passada construiu. Até a sigla GTA ele mudou, para CTA”, completou.

Edilázio também apontou a falta de efetividade dos equipamentos de rádio instalados nas viaturas policiais.

“Policiais militares com os quais eu já conversei, me alertaram que o sistema de rádio das viaturas não funciona, porque não há suporte para a tecnologia utilizada nos veículos. O governador Flávio Dino fala das viaturas, mas não cita que o equipamento não funciona. E o Estado do Maranhão paga por esse sistema”, disse.

Sobre o Grupamento Tático Aéreo, ele questionou o fato de um helicóptero de última geração, único no Maranhão equipado para fazer policiamento ostensivo a noite, estar parado.

“O helicóptero comprado em 2012, o mais moderno da América Latina, nunca mais realizou um voo sequer porque o Governo caloteiro não paga a Helibras para poder fazer a manutenção. O Governo não paga a manutenção do helicóptero e a consequência disso são as explosões diárias de caixas eletrônicos e bancos no interior do estado. Somente este ano já foram quase 50 explosões. Os últimos, aliás, aterrorizantes”, finalizou.

Edilázio declara apoio a Wellington do Curso

edilázio e wellingtonO deputado estadual Edilázio Júnior (PV), primeiro secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, utilizou a tribuna da Casa na sessão de hoje para declarar apoio à candidatura de Wellington do Curso (PP) à Prefeitura de São Luís.

Edilázio explicou que o apoio a Wellington em nada fere o respeito ao seu partido político, que compõe a coligação de Eliziane Gama (PPS) e justificou a escolha pela candidatura do colega de parlamento levando, principalmente em consideração, o grupo político ao qual Gama faz parte.

“Em recente entrevista o governador Flávio Dino afirmou que Eliziane Gama e Edivaldo Holanda comungam da mesma ideologia dele e que ambos devem disputar o segundo turno. Ele apoia os dois e declarou isso, assim ele fez quando trouxe Aécio [Neves], trouxe Dilma. Tenho carinho por Edivaldo e por Eliziane, que foi minha colega aqui nesta Casa, mas depois da declaração de Flávio Dino, tomei a minha decisão”, justificou.

Edilázio destacou a trajetória de Wellington do Curso, falou da atuação do parlamentar no Legislativo e assegurou que caminhará com o pepista nas eleições municipais.

“Vamos trabalhar para sairmos vitoriosos dessas eleições, e tenho certeza de que vossa excelência pelo desempenho que teve foi o grande fenômeno desta Casa, da Assembleia Legislativa. Chegou aqui com uma votação não muito expressiva e hoje é o grande destaque dessa legislatura, nesses dois anos, é um dos deputados, talvez o mais atuante, o mais presente, o mais trabalhador, que mais usa a tribuna, que mais faz requerimentos, eu fico cansado de ler ali como primeiro secretário tanto requerimento de vossa excelência e esse reconhecimento, deputado Wellington, vem se mostrando nas pesquisas, subindo ponto a ponto, diariamente”, disse e completou:

“Tenho certeza de que essa linha ascendente que vem tendo desde quando vossa excelência disse que seria pré-candidato vai continuar e o que mais me anima ainda, V. Ex.ª está num partido de um amigo que eu tenho, que é o deputado Federal André Fufuca. Fiquei mais feliz ainda quando vi ainda o ex-deputado Clodomir Paz também fazendo parte do seu grupo político, vai ajudá-lo em sua campanha como coordenador também, um homem de grande experiência, uma pessoa que tem muito a lhe orientar, nos orientar como jovens que estamos começando, ele que já tem uma vida pública de longa data”, enfatizou.

Edilázio finalizou o seu discurso, assegurando que se dedicará durante a campanha para eleger Wellington prefeito de São Luís.

“Então, deputado Wellington, quero aqui deixar o meu apoio, a minha força de vontade, a minha juventude à sua disposição para caminharmos e trabalharmos juntos por uma São Luís melhor”, concluiu.

PV bate forte

Edilázio PVO programa do Partido Verde que vai ao ar neste fim de semana em rede estadual de rádio e televisão, e já está disponível na internet, é uma análise dos primeiros 15 meses do governo Flávio Dino (PCdoB). Desde a concepção do cenário, todo escuro, ao tom usado pelos deputados Adriano Sarney e Edilázio Júnior, passando pelo discurso adotado, as vinhetas servirão para reflexão da população – e do próprio governo – como fator de mudança de rumo.

Adriano Sarney questiona os resultados da “mudança que se implantou no Maranhão há mais de 1 ano”. E vaticina: “De lá para cá piorou a saúde, a economia e aumentou o desemprego. Ao invés de dar desculpas, é necessário buscar soluções”. E o próprio parlamentar aponta os caminhos.

“O governo tem que mostrar trabalho, cortar impostos, gerar emprego”, diz ele, citando portos, rodovias e ferrovias do Maranhão, capazes de atrair investimentos e fazer o estado voltar a crescer.

Edilázio Júnior também aponta o desemprego como consequência da mudança. Mas adota um tom ainda mais duro ao se referir ao governo como “perseguidor de servidores públicos, policiais, procuradores, servidores do Judiciário”.

Para o parlamentar, a crise no Maranhão é de gestão, nestes 15 meses. “Não temos estradas, a saúde piorou, a insegurança nos assola, o desemprego está presente em todas as famílias”, disse Edilázio.

Espera-se que a exortação do PV, tanto ao governo quanto à população, provoque efeitos positivos para o Maranhão.

Da coluna Estado Maior, de O Estado do Maranhão

Andrea Murad enquadra Rigo Teles

Andrea Murad 3A deputada estadual Andrea Murad (PMDB) deu uma “enquadrada” daquelas no colega de Parlamento, deputado Rigo Teles (PV).

Andrea havia denunciado a não efetividade do Centro de Especialidades Médicas de Barra do Corda após sua inauguração, o que provocou reação imediata do deputado.

Rigo defendeu a obra e tentou desqualificar a denúncia de Murad.

Foi quando ela subiu á tribuna para rebater o colega. Afirmou que atua em defesa do interesse do povo e não do Governo  e contra-atacou.

“Deputado, eu não mudo de lado de acordo com o governo”, disse..

Visivelmente constrangido, Rigo Teles, que era aliado da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), mas que hoje pertence à base de Flávio Dino (PCdoB), silenciou.

Ele não estava preparado para essa…

Edilázio destaca casamento comunitário realizado em São Luís

ad1ae72ea91b192b0ce4190f85cc5ff0O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) destacou, na sessão de hoje na Assembleia Legislativa, a realização do casamento comunitário realizado pela Corregedoria-Geral de Justiça do Maranhão na última sexta-feira.

O evento uniu em cerimônia 1.432 casais. A desembargadora Nelma Sarney, corregedora-geral de Justiça, foi quem coordenou o ato, que contou com o auxílio de 59 juízes.

“Eu venho aqui destacar o casamento comunitário, que aconteceu no Centro de Convenções da UFMA e agradecer o reitor daquela instituição, doutor Natalino Salgado, por ter cedido o espaço, que é belíssimo e teve mais de 5 mil cadeiras ocupadas”, disse.

Edilázio também destacou o trabalho da Corregedoria-Geral de Justiça, que realiza o casamento comunitário desde a década de 1990 no Maranhão.

“Víamos naquele momento, a alegria e a satisfação da cidadania chegando àqueles casais, inciativa da Corregedoria de Justiça do Estado do Maranhão, com toda a sua equipe. À frente estava a desembargadora Nelma Sarney juntamente com os servidores, que conseguiram com muito êxito cadastrar e realizar o casamento”, disse.

Edilázio destacou nominalmente todos os 59 magistrados que auxiliaram a Corregedoria Geral de Justiça e se disse honrado por ter participado do ato.

O projeto de promoção de casamentos comunitários começou em 1999, com a promoção de união (por parte da CGJ) entre casais na Praça Maria Aragão. Na ocasião, de acordo com a CGJ, mais de 5 mil casais tiveram suas situações conjugais reconhecidas.

Desde a implantação do projeto de casamento comunitário, mais de 80 mil uniões foram oficializadas.

Edilázio apresenta moção de repúdio contra a deputado que menosprezou o Maranhão

Deputado Edilázio Júnior

Deputado Edilázio Júnior

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) propôs na sessão de hoje na Assembleia Legislativa, moção de repúdio ao deputado federal Valdir Colatto (PMDB-SC), que defendeu, em seu perfil em rede social, a criação de uma nova nação a partir dos estados que compõem a Região Sul do país.

Na “proposta” de criação de um novo país, ele faz uma comparação pejorativa do estado de Santa Catarina com o Maranhão, ao apresentar dados a respeito do contingente populacional, arrecadação de impostos e lucros ou prejuízos obtidos por cada um dos estados por meio do retorno destas arrecadações.

A defesa de Colatto em rede social acabou desencadeando uma série de manifestações preconceituosas com o Maranhão e o povo maranhense já possui mais de 11.860 mil compartilhamentos somente no facebook.

 “Ao invés de cumprir o seu papel de deputado federal que é legislar, criar leis que tenham por objetivo reduzir a desigualdade social no país, ele propõe a separação do país e desrespeita o Maranhão. Foi uma postura insensata, inaceitável e digna de repúdio desta Casa e de toda a população”, afirmou Edilázio Júnior.

Além de pedir o apoio dos colegas, Edilázio mostrou que o parlamentar de Santa Catarina cometeu crimes contra a existência da União ao propor ou sugerir a separação do país.

“Como representantes do nosso estado, temos por dever repudiar esse tipo de postura. Vou protocolar ainda hoje a moção de repúdio e espero que essa não seja uma atitude isolada minha, mas que este requerimento seja subscrito por todos os 42 deputados desta Casa”, finalizou.

Edilázio homenageia Eduardo Moreira

Deputado Edilázio Júnior

Deputado Edilázio Júnior

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV), homenageou na manhã de hoje, na Assembleia Legislativa, o advogado e desembargador eleitoral Eduardo Moreira, que integra a Corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão.

Natural do estado do Rio de Janeiro, Moreira recebeu do legislativo estadual, título de Cidadão Maranhense. O título havia sido proposto pelo primeiro vice-presidente da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB), e aprovado por unanimidade em plenário.

Para Edilázio, o reconhecimento ao desembargador eleitoral honrou não só a Corte do TRE, como a classe da advocacia do Maranhão. Eduardo Moreira é advogado, filho do também advogado Cleber Moreira e recebeu a homenagem no dia dedicado a esses profissionais.

“Não tenho dúvida de que o nosso decano da advocacia, doutor Kleber Moreira, em um momento como esse está emocionado, em saber que com os seus méritos, com o seu trabalho, competência e conduta, o seu filho conseguiu seguir o seu próprio caminho, após ter sido colocado nos trilhos por ele. A locomotiva conseguiu trilhar uma trajetória própria”, disse.

Edilázio parabenizou Eduardo Moreira e em nome da Assembleia, afirmou que o advogado e então magistrado, já pode se considerar natural do Maranhão.

“Sei que vossa excelência já era um maranhense de coração, pois aqui cria os seus filhos, trabalha e tem a sua esposa, e agora é legítimo. Tem agora uma certidão e é um maranhense nato. Fico muito feliz e honrado de poder participar desta homenagem realizada exatamente no dia do advogado e posso dizer que hoje o Maranhão está de parabéns por receber um maranhense ilustre como vossa excelência”, finalizou.

Edilázio propõe mudar nome do Castelão em homenagem a Herbert Fontenele

Edilázio Júnior

Edilázio Júnior é deputado estadual pelo PV

Jorge Aragão – Pode ser do deputado estadual Edilázio Júnior (PV), a maior homenagem póstuma que o jornalista esportivo, Herbert Fontenele, falecido na madrugada de terça-feira (16), vítima de câncer de próstata, poderá receber.

Edilázio Júnior já protocolou junto a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa uma indicação para que o governador Flávio Dino modifique o nome do Estádio do Castelão. Atualmente o nome oficial do maior estádio do Maranhão é Estádio João Castelo.

Pela proposição de Edilázio o novo nome da praça esportiva passaria a ser chamada de Estádio Herbert Fontenele, ou simplesmente Fontecão.

Na justificativa da indicação, Edilázio Júnior lembrou que o nome Estádio João Castelo ainda infringe as regras das constituições do Maranhão e Brasil.

“Com o respeito devido ao ex-governador João Castelo, que encontra-se vivo e exercendo o mandato de Deputado Federal, as Constituições Federal e Estadual vedam a denominação com nome de pessoas vivas a prédios públicos. A mudança de nome corrigirá essa falha ao tempo em prestará uma justa homenagem ao jornalista Herbert Fontenele, cronista esportivo que marcou o futebol maranhense de forma significativa”, justificou.

Vale lembrar que uma das primeiras medidas do governador Flávio Dino foi encaminhar uma Medida Provisória proibindo o nome de pessoas vivas em logradouros públicos. Apesar da medida ser desnecessária, pois já existe tal determinação na Constituição Federal e Estadual, demonstra, em tese, que Flávio Dino é contra tais homenagens.

A indicação de Edilázio é extremamente pertinente, afinal além de corrigir um erro existente, o Governo prestará uma justa homenagem a um dos maiores cronistas esportivos que já teve o Maranhão. Inclusive o velório de Herbert Fontenele acontece no Estádio Castelão e as 10h será cremado em solenidade apenas para os familiares.

Resta saber se o pensamento do governador Flávio Dino é o mesmo para aliados e adversários políticos, afinal, atualmente, João Castelo é um dos seus aliados na Câmara Federal.

Com a palavra o governador Flávio Dino.

Adriano Sarney pode comandar a Comissão de Anssuntos Econômicos

Deputado Adriano Sarney / Agência Assembleia

Deputado Adriano Sarney / Agência Assembleia

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) revelou hoje a jornalistas logo após finalizada a sessão ordinária, que tentará se articular na presidência da Comissão de Assuntos Econômicos da Casa.

Formado em Economia, o jovem parlamentar queria a princípio a presidência da Comissão de Meio Ambiente, mas como deve ser respeitada a proporcionalidade no plenário, e outro bloco ficou com a prerrogativa de indicar o presidente, ele optou  pela Assuntos Econômicos.

“Acredito que por ter formação e atuação profissional na área, seja bastante produtivo para a Assembleia. Quem sabe no próximo ano eu consiga alcançar a Comissão de Meio Ambiente, que também é importantíssima na Casa”, disse.

Além de membro da Comissão de Assuntos Econômicos, Adriano Sarney também já está confirmado nas comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Meio Ambiente.

Na próxima semana os parlamentares definirão, por votação interna, os comandos das comissões.

Edilázio é eleito primeiro secretário na Assembleia Legislativa

Edilázio integra a Mesa Diretora da Assembleia

Edilázio integra a Mesa Diretora da Assembleia

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV), reeleito em outubro do ano passado para novo mandato na Assembleia Legislativa, foi empossado em sessão solene hoje.

O parlamentar, que teve atuação destacada na legislatura passada, e que integra a ala oposicionista na Casa, também eleito primeiro secretário da Mesa Diretora, que será comandada pelo deputado Humberto Coutinho (PDT), eleito presidente do Legislativo.

A partir de amanhã, primeira sessão ordinária na nova legislatura, o parlamentar já passa a atuar na nova função na Mesa.

Edilázio Júnior foi reeleito deputado estadual com votação expressiva: 56.239 votos. Ele está entre os 20 deputados, dos 42 que compõem o plenário, que haviam sido eleitos em 2010, e conseguiram retornar à Casa.

 Consciente do seu papel no Legislativo, ele assegurou o compromisso de continuar trabalhando para que todas as regiões do estado sejam atendidas por políticas públicas, e para que a população tenha maior qualidade de vida. Edilázio afirmou que ficará vigilante para que o Poder Executivo dê continuidade ao desenvolvimento do Maranhão e disse que cobrará o cumprimento das promessas de campanha feitas pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

“Vamos honrar os votos de confiança que nos foram concedidos na eleição de outubro do ano passado, e trabalhar incansavelmente por um Maranhão melhor”, finalizou.